CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  

Estamos no início de mais um ano e com ele, temos o recebimento de benefícios, pagamento de contas, mas também o processo de prestação de contas acerca delas. O Imposto de Renda por exemplo, é algo que muitas pessoas ouvem falar, mas ainda não entendem ao certo como isso funciona, apenas sabe que esta é uma obrigação.

Pensando nisso e nessa falta de esclarecimento, preparamos um artigo completo a respeito deste assunto, sobre como o Imposto de Renda funciona e o que seu pagamento significa de modo geral. 

  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  

Para entendermos melhor seu conceito, partimos do princípio, explicando que essa restituição, significa a devolução de todos os valores que foram pagos a mais para a Receita Federal durante o ano anterior, em que é preciso declarar o Imposto de Renda sobre suas compras, garantindo o direito de recebimento deste saldo, caso seja positivo. 

Como receber?

Para garantir essa devolução, é necessário observar a diferença logo que a declaração do Imposto de Renda for feita. Sendo positiva, você precisará pagar o restante do produto, mas caso seja negativa, você terá o direito de receber a restituição direto na conta (conta-corrente ou conta poupança).

Em casos como citado acima, de saldo positivo e necessidade de pagamento de tributo, é possível parcelar os valores através do cadastro de débito automático. Já as quantias a receber, são pagos pela Receita Federal à vista.

O valor de recebimento varia muito, pois depende do cálculo feito sobre o imposto e as deduções feitas durante a declaração. Dessa forma, quanto mais gastos passíveis de abatimento, maiores serão as chances de ter algum valor para receber. 

Categorias analisadas

  • Saúde (consultas particulares, cirurgias, tratamentos dentários etc)
  • Educação (ensino infantil, superior, profissional etc)
  • Contribuição ao INSS (descontada direto na folha de pagamento)
  • Previdência privada (Plano Gerador de Benefício Libre – PGBL).

Para consultar a restituição e outras informações acerca deste tributo, é necessário acessar o site da Receita Federal. Através dele, é possível analisar suas contribuições ou se existem pendências em seu nome, registradas no banco de dados da Receita Federal.