CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  

O Fundo de garantia do Trabalhador (FGTS), é conhecido popularmente por ser uma poupança do empregado, uma vez que o intuito é exatamente esse, criar um fundo de garantia monetária para que os trabalhadores possa estar respaldado em caso de demissão sem justa causa ou outros fatores como a compra da casa própria ou saques antecipados como forma de agrado a população. Quem assegura isso é o Governo Federal, já que foram os mesmos que criaram o fundo.

A princípio, o FGTS foi criado para ser algo opcional a todos, como uma espécie de teste e por isso antigamente não era necessário tirar um percentual de seu salário para ser depositado em uma conta em seu nome. Entretanto, o fundo já se mostrou ser algo bem pensado, por auxiliar os trabalhadores que não conseguem poupar seu dinheiro para casos de emergência.

Quem pode fazer parte?

  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  

Todos os trabalhadores que possuam carteira assinada e contratos que possuam vínculos ao CLT tem direito e dever de participar, uma vez que é pensado no próprio bem do trabalhador em caso de necessidades especiais. Algumas informações de quem cidadãos que não sejam contratados de forma oficial possam fazer parte, tendo em vista que o benefício é apenas uma poupança e dessa forma é só depositar o dinheiro equivalente a 8% de seu salário mensal, assim como os empregadores fazem com seus respectivos empregados.

Também podem fazer parte, todos os trabalhadores rurais, temporários, autônomos, sarreiros, empregados domésticos e atletas profissionais. Mas por que eles podem fazer parte? Visto que muitos desses não possuem uma grande fonte de renda, podendo muitas vezes serem negócios pequenos ou atletas não famosos e também no cado dos trabalhadores domésticos que possuam carteira assinada, em muitos casos seu salários são mínimos.

Quais são os motivos possíveis para saque?

Para que o indivíduo possa obter o dinheiro poupado, é necessário que o mesmo se encaixe em alguns prés-requisitos como:

  • Ter sido demitido sem justa causa;
  • Ser aposentado, no caso de trabalhadores que já não exercem mais suas funções;
  • Doenças especias;
  • Com o intuito de comprar a casa própria ou liquidar uma dívida em função da moradia própria;
  • Saque-aniversário, o qual é um benefício criado para que os trabalhadores obtenham um percentual de do valor guardado; 
  • Em casos de extrema necessidade.

Como sacar o auxílio?

Todos os trabalhadores participantes devem possuem uma conta no Banco da Caixa Econômica Federal para que o resgate seja feito, com isso é possível fazer o saque em qualquer agência da Caixa ou na casa lotérica mais perto de você. Caso o indivíduo possua o cadastro no Cartão Cidadão, é possível fazer com que o dinheiro seja transferido para o cartão e com isso usá-lo como um cartão de débito, assim como é possível que seja transferido para sua conta pessoal da Caixa.

Vale ressaltar que o FGTS é um dos o maiores benefícios já criado pelo Governo Federal, visto que há muitos integrantes em sua lista de participantes,  visto que uma grande parte dos cidadãos brasileiros possuem carteira assinada e a outra maioria é trabalhadores rurais, uma vez que o Brasil é um dos maiores produtores agrónomos do mundo.